Portal de notícias do profissional de crédito.

Pandemia bancarizou 16,6 milhões de brasileiros

NotíciasBANCARIZAÇÃO

Pandemia bancarizou 16,6 milhões de brasileiros

Números do Banco Central abrangem o período entre fevereiro de 2020 e dezembro de 2021, demonstrando um incremento de 10,3% no volume de usuários do sistema financeiro 

A quantidade de brasileiros se relacionando com os bancos chegou a 182,2 milhões neste intervalo, com a entrada de um expressivo novo contingente de correntistas: 16,6 milhões.

Outro número ascendente é o de CPFs ativos, que em 2020 aumentou em 8,66% e, no ano passado, se expandiu na casa dos 1,8%.

Dentre os causadores de tal desempenho estão fatores como o pagamento do Auxílio Emergencial e o sucesso retumbante do Pix, ao qual o Bacen também atribui boa parte da redução do dinheiro em circulação no país, algo que não acontecia desde a implantação do Plano Real, em 1994.

Este balanço do perfil financeiro no país em tempos de pandemia confirma um outro fenômeno facilmente visível, ou seja, o crescimento do atendimento bancário remoto, na esteira de 2.351 agências bancárias fechadas Brasil afora.

"Ao movimentar seus recursos em bancos, as pessoas têm acesso a produtos e serviços que proporcionarão mais conforto, segurança e rentabilidade. Além disso, passam a ter acesso a crédito, disputando recursos a taxa mais em conta e ficam livres da agiotagem", declarou a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) sobre o crescimento no volume de pessoas bancarizadas, aspecto que interpreta como importante fator de inclusão social e combate à desigualdade.


Fonte: Poder 360 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://infocredi360.com.br/

No Internet Connection