Portal de notícias do profissional de crédito.

Cresce número de instituições financeiras no país

NotíciasMERCADO

Cresce número de instituições financeiras no país

Setor de pagamentos registra a maior expansão, enquanto fintechs ainda patinam no crédito, em grande parte, por só poder operar com capital próprio neste segmento 

Aspectos regulatórios e a exigência crescente do brasileiro por serviços eletrônicos vêm dando o tom do desenvolvimento da área financeira no país.

É o que se pode deduzir das últimas estatísticas do Banco Central, segundo as quais, até fevereiro último tínhamos cerca de 650 instituições, entre bancos, fintechs e financeiras, um total 15% acima do registrado na contagem anterior, feita em 2019.

Incluindo-se cooperativas e administradoras de consórcio neste grupo, o total de participantes do sistema financeiro sobe para 1.648, uma alta de 1,16% na comparação com três anos atrás.

O perfil digital foi ponto comum dos negócios com números de expansão mais expressivos. Foi o caso, por exemplo, das instituições de pagamento, que passaram de 19 para 43 desde então.

Sociedades de crédito direto e de empréstimo entre pessoas, por sua vez, se expandiram de 15 para 78 no mesmo período, uma alta de 420%, contrastando fortemente com o encolhimento de 11% obtido de 2013 a 2018 nestes nichos.

Já o número de bancos permanece estável, totalizando 177 representantes, volume que desde 2013 não apresenta variações expressivas.

Mudanças

As causas dessas movimentações verificadas no mercado financeiro são uma mescla entre a pegada cada vez mais plugada dos usuários e transformações no campo das leis.

Há cerca de um ano, por exemplo, o Banco Central mudou as regras para instituições de pagamento, o que justifica, ao menos em parte, o crescimento na quantidade de empresas neste campo, agora desde o seu nascimento, rompendo assim o limite de R$ 500 milhões antes exigidos para que fossem reconhecidas pela autoridade monetária.

As fintechs, contudo, mesmo tendo crescido numericamente, ainda são pouco expressivas em nichos como o de crédito, fato que especialistas atribuem ao fato de elas só poderem operar com capital próprio, enquanto os bancos o fazem com recursos provenientes dos depósitos captados.

O mercado de pagamentos, em compensação, recebeu importante alento com a chegada do Pix, que coloca à disposição até mesmo dos menores entrantes uma infraestrutura totalmente provida pelo BV.

Toda essa diversificação, contudo, ainda não foi suficiente para descaracterizar a grande concentração bancária que existe por aqui, um mercado com mais de 85% dos serviços financeiros em poder de cinco bancos, como se sabe.


Fonte: Valor Econômico

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://infocredi360.com.br/

No Internet Connection