Portal de notícias do profissional de crédito.

Agradeça, se nos últimos sete segundos nada foi roubado do seu computador

NotíciasCIBERSEGURANÇA

Agradeça, se nos últimos sete segundos nada foi roubado do seu computador

Sim, porque nesta hipótese você se encontra fora da estatística, segundo a qual, este tem sido o intervalo médio de tentativas de invasões eletrônicas em nosso país

Tão assustadoras quanto estas relações estabelecidas pelos autores de mais uma pesquisa Serasa Experian no campo da cibersegurança são os números absolutos destas ocorrências em nosso país.

De acordo com o estudo, apenas em março último houve perto de 390 mil delas, o que leva imediatamente a se pensar quantas teriam sido bem-sucedidas, causando estragos em contas correntes e até mesmo na reputação de muita gente.

Este total revelado pela pesquisa representa um incremento de 18,9% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando perto de 328 mil cibercriminosos dedicaram sua criatividade perversa para encontrar brechas em firewalls, anti-phishings etc.

Os setores mais visados têm sido varejo (+74,1%) e financeiro (+21,9), com destaque para os segmentos bancário e de cartões de crédito, cujas investidas de hackers e afins, dois meses atrás, cresceram em nada menos que 20,5%.

E para quem pensa que os vovôs e vovós são o mais vulneráveis, uma surpresa: pessoas com 60 anos ou mais foram atacadas com volúpia 17,2% maior, contra um incremento de 20,6% percebido na faixa até os 25 anos. Claro, em boa parte, pela maior utilização de meios eletrônicos por parte dos mais jovens.

Bem, e quem se julga privilegiado por, ao menos, imaginar-se ileso neste campo, toda atenção é pouca na hora de compartilhar dados e estabelecer interações com as empresas, pois a chamada engenharia social -pródiga em pedir dinheiro pelo WhatsApp, por exemplo - também anda à solta.

Fonte: Digital Money Informe

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://infocredi360.com.br/

No Internet Connection