Portal de notícias do profissional de crédito.

Crédito na crise: oportunidade e estímulo a recuperação econômica

Conteúdos Exclusivoscrédito

Crédito na crise: oportunidade e estímulo a recuperação econômica

A indústria do crédito possui papel relevante para recuperação da economia.

Com a recuperação econômica global frágil e ainda refém da Covid-19, as revisões sucessivas tornaram o cenário macroeconômico externo desafiador para estabilidade financeira do Brasil e o resto do mundo. Por aqui, o cenário demostrou retração do crédito e baixa na capacidade operacional das empresas desde a primeira onda.

Ao longo dos últimos 12 meses e por ter vivenciado crises passadas, a indústria do crédito se preparou para suportar esse cenário de retração econômica. Mesmo com a crise, a inadimplência das empresas ficou abaixo dos 3%, em 2020. Esse é o menor patamar desde 2011, segundo o Banco Central.

Com a redução dos incentivos para refinanciamento das empresas, aumento do desemprego e a redução do auxílio emergencial, os rumos que a economia vai seguir nessa segunda onda são incertos e isso está causando estresse no setor empresarial.

Michel Varon, CEO do Vadu explica que esse resultado que vimos ano passado dificilmente vai se confirmar neste primeiro semestre. "Apesar das dificuldades, as empresas ainda tinham algum estoque de caixa o que permitiu que elas conseguissem sobreviver a esse movimento turbulento", disse.

Em sua análise, o executivo salientou que a inadimplência vai subir, mesmo que isso preocupe o setor. "No cenário atual, mesmo com a sinalização de alta da Selic, as empresas não vão interromper esse movimento de busca por refinanciamento, é uma questão de sobrevivência. A inadimplência e o endividamento vão aumentar, mas a indústria de crédito tem que estar preparada para atender essa demanda".

O mercado espera que as instituições financeiras mantenham o spread controlado a nível pré-pandemia, ajustem os prazos e pratiquem taxas diferenciadas em concordância com o cenário atual. "O momento requer cautela e é preciso manter o otimismo", disse o executivo.

Oportunidades na crise

A indústria de crédito tem relevante papel na recuperação econômica. "O momento é de oportunidade para segmento", afirma Varon.

Para ele, a baixa capacidade de pagamento de algumas empresas, em função da crise, deve ser avaliada com cautela. "O mercado de crédito está sendo influenciado pelas demandas e pela situação atual, porém as empresas brasileiras têm uma cultura de serem boas pagadoras. O controle na concessão requer um aprimoramento na troca de informações (empresa x instituição financeira). Quanto mais informações, melhor a qualidade do crédito".

Para ele, o mercado precisa estar preparado para atender a uma demanda maior este ano e, neste sentido, os investimentos em soluções de inteligência e sistemas é um diferencial competitivo. "A falta de informações e diretrizes podem influenciar e desencorajar o concessor quanto a liberação do Crédito. A análise adequada, suportada por sistemas de inteligência, é o fator chave para este tipo de operação", disse. O executivo salienta que a decisão de aprovar a concessão, considerando todos esses fatores da crise, está na qualidade, praticidade e eficiência na análise, trazida pelo investimento sistêmico. "Sendo assim, além de ampliar a capacidade de concessão, ajudar as empresas se refinanciarem e, consequentemente contribuir com a recuperação econômica, o concessor estará criando um ambiente seguro e favorável frente aos seus concorrentes", finalizou. 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://infocredi360.com.br/

No Internet Connection