Portal de notícias do profissional de crédito.
Economia & Crédito
Cenário econômico aplicado ao crédito.

Economia Comportamental

Economia e CréditoECONOMIA

Economia Comportamental

Com raízes na microeconomia, economia comportamental vem ganhando notoriedade. 

Quando falamos em Ciências Econômicas, logo somos remetidos a comentaristas de ternos e gravata de jornais televisivos, com aqueles gráficos coloridos explicando algum índice que o governo publicou ou, ainda, lembramos daquelas propagandas que somos obrigados a assistir nas plataformas de vídeo antes de ver o que realmente queremos assistir, aonde alguém sempre pergunta: "Já imaginou ficar rico aplicando em tal produto?".

Pois é, mas as Ciências Econômicas são muito mais do que isso. Inclusive, pasmem, Ciências Econômicas fazem parte da área de humanas e não de exatas.

Um tema que tem ganhado notoriedade é a Economia Comportamental, que tem raízes na microeconomia, mas que se expande e atinge todas as relações negociais, comerciais e econômicas.

Economia Comportamental estuda a tomada de decisões de indivíduos e instituições, à luz da lógica econômica e da busca do entendimento da relação de estímulos e seus efeitos. E por que isso é importante para o nosso dia a dia? Porque a Economia Comportamental pode dar o grau de predição que a sua empresa precisa para evitar uma fraude, um default e até problemas de perenidade.

Assim como o comportamento humano pode ser estudado a partir da ótica da publicação de A Theory of Human Motivation (1954), de Abraham Maslow, o comportamento de empresas e suas relações também podem ser divididos em classificações de importância.

Existem várias abordagens e teorias a respeito de como as empresas tomam decisões e qual seria a verdadeira base da pirâmide de suas necessidades. Abordagens que mencionam maior ou menor influência do comportamento de gestores, de consumidores, de relações empresariais e com o governo. Obviamente, cada empresa vai pesar mais ou menos um ou outro ponto de importância, cada uma terá sua "curva de indiferença" para tomar decisões, não necessariamente desatrelada de sua "curva de restrição orçamentária". Temas como Valores, Visão, Objetivo e Estratégia também influenciam (ou são consequência) de como a empresa faz essa tomada de decisões.

Quando analisamos a Economia Comportamental, enquanto instrumentalização do entendimento das decisões de empresas, conseguimos concatenar fatos que – se analisados separada e individualmente – não parecem ter nenhuma influência no comportamento empresarial. Alguns bons exemplos desses tipos de relações estão retratados no livro Freakonomics - O lado oculto e inesperado de tudo que nos afeta (2005), coletânea de estudos do economista Steven Levitt, Ph.D. pelo MIT, em parceria com o jornalista Stephen J. Dubner. A obra faz explanação de algumas teses polêmicas, mas que minimamente despertam o leitor para abordagens disruptivas de fatos que aparentemente não têm nenhuma relação entre si.

Na prática, entender o comportamento de empresas é uma continuidade lógica do entendimento do comportamento humano. Como em qualquer organismo, organização ou indivíduo, o instinto básico é a preservação da vida. Apenas para exemplificar este ponto: empresas preocupadas com sua perenidade podem tomar decisões que seriam consideradas irracionais, fora de contexto. Uma empresa que aumenta seu nível de exposição financeira além de sua capacidade de adimplência pode ser considerada arrojada ou irresponsável, dependendo do contexto no qual esta decisão está inserida.

A capacidade de predição gerada a partir das análises de Economia Comportamental é o maior trunfo que qualquer operador de crédito pode ter. Aquela máxima de que "uma boa análise cadastral é a chave do crédito" não deixou de ser verdade. Mas, em um tempo em que tudo muda muito rápido e o tempo todo, o acompanhamento periódico do comportamento das empresas é uma poderosa ferramenta de mitigação de risco.

Como você tem trabalhado a predição comportamental da sua carteira ao longo do tempo? Você está preparado para o futuro? Pense nisso... 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://infocredi360.com.br/

No Internet Connection