Portal de notícias do profissional de crédito.

Sinergia, o nome do jogo

ColunasSINERGIA

Sinergia, o nome do jogo

A força do trabalho em equipe, onde cada um dá o melhor de si, é uma lição que não se restringe à vida acadêmica

O texto de hoje é um pouco diferente.

Quando eu era mais jovem, tinha certeza de que podia ser o melhor em tudo, principalmente na adolescência. Eu tinha certeza de que era o mais forte da classe, o mais inteligente, o mais "descolado". Enfim, me sentia invencível.

O tempo passou, comecei a fazer faculdade e descobri que eu não era, nem de longe, nada daquilo. Aliás, me peguei com dificuldades para entender matérias que eram óbvias para alguns colegas de classe. Tinha dificuldade com 'integral por partes', por exemplo. Aquilo era impossível. Juro.

Depois veio a Econometria, fazendo o desafio anterior parecer não tão difícil assim...

E lá fui eu, dia após dia, descobrindo que não era o mais inteligente.

Em contrapartida, bons amigos tinham dificuldade com matérias que eu tirava de letra. Macroeconomia, microeconomia, economia internacional... Todas me e soavam extremamente intuitivas.

Para minha surpresa, amigos me consideravam referência em certas matérias, assim como eu os tinha na mesma conta, em relação àquelas que não dominava.

Lá pelo meio do terceiro ano, formamos um grupo de estudos, onde cada um colaborava com as suas especialidades, isto é, nas matérias onde tinham mais facilidade, maior fluidez e entendimento. As reuniões aconteciam na minha casa, seguidas de pizza e refrigerante.

E assim fomos.

Da turma inicial de Ciências Econômicas, apenas 16 se formaram. Sinceramente, acredito que nem éramos os mais inteligentes, nem os mais notáveis, nada disso. Mas sim nós fomos os que mais trabalharam em equipe.

Ninguém é bom em tudo o tempo todo, ninguém é capaz de ser um expoente em todas as áreas de atuação. Não existe isso. O que existe é um bom trabalho em equipe, com determinação e foco.

Ao longo da minha carreira passei por várias empresas, ocupando vários cargos, com diferentes estilos de gestão. Cada uma com suas características, defeitos e qualidades. Todas, porém, proporcionando algum aprendizado, uma experiência.

Hoje sei que a força de todos é maior do que a maior força de um só.

Aprendi que o segredo do sucesso é ter uma equipe multidisciplinar, aproveitando o melhor do talento individual de cada um, aprendendo, compartilhando e crescendo juntos.

Isso funciona com todas as organizações humanas, inclusive empresas.

Se o Vadu já agregava valor aos processos de automação e análise sozinha... Imagina agora, que o Vadu é Dimensa...

E você, ainda acha que consegue analisar tudo sem um bom sistema e um motor de análise automatizado?

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://infocredi360.com.br/

No Internet Connection